imagem da noticia
camera

Marcus Leoni / Folhapress

seta amarela

Brasil

"Thank you Lord, finally sedated": aos 75 anos, morre Rita Lee

Rita Lee lutava contra um câncer desde 2021.

Redação Pedra Azul News

09/05/2023 - 00:00:00 | Atualizada em 09/05/2023 - 14:57:50

camera

Marcus Leoni / Folhapress

No fim da noite de segunda-feira (8), em casa, morreu Rita Lee aos 75 anos. A cantora foi diagnosticada com câncer de pulmão em 2021 e, desde então, fazia tratamento. Em 2022, Rita Lee comemorou a cura, mas exames de rotina revelaram a remissão da doença.

Nas redes sociais, a família comunicou o falecimento da Rainha do Rock, que estava “cercada de todo o amor de sua família, como sempre desejou”.

Rita Lee Jones de Carvalho nasceu em 31 de dezembro de 1947, em São Paulo. Era filha de um descendente de imigrantes norte-americanos e de uma italiana. Irreverente, se tornou símbolo da liberdade feminina e provou que o “rock também se fazia com útero, ovário”, como foi dito em sua autobiografia lançada em 2016.

Chamada de “Rainha do Rock”, Rita Lee preferia o título de “Padroeira da Liberdade”. Era cantora, compositora, multi-instrumentista e atriz. Formou a banda Os Mutantes, Tutti-Frutti e seguiu carreira solo. Lançou músicas que foram e ainda são sucesso, como Ovelha Negra, Lança Perfume, Agora Só Falta Você, Mania de Você, Baila Comigo, Amor e Sexo, Doce Vampiro, entre outras.

Ao falar de sua morte, Rita Lee disse, em um texto incluído na autobiografia, que estaria “de alma presente no céu tocando autoharp e cantando para Deus: ‘Thank you Lord, finally sedated'. Epitáfio: Ela nunca foi um bom exemplo, mas era gente boa.”

Rita Lee será cremada em uma cerimônia particular. Seu velório, aberto ao público, será na quarta-feira, 10, das 10h às 17h, no Planetário do Ibirapuera.