imagem da noticia
camera

Reprodução

seta amarela

Política

STF manda prender Capitão Assumção, Deputado Estadual (PL-ES) e pré-candidato a prefeito de Vitória

O deputado foi preso na noite desta quarta-feira (28) durante culto em Igreja, a pedido do MP-ES.

Redação Pedra Azul News

29/02/2024 - 00:00:00 | Atualizada em 06/03/2024 - 15:35:58

camera

Reprodução

O deputado estadual Capitão Assumção (PL-ES), pré-candidato à prefeitura de Vitória, foi detido na noite desta quarta-feira (28) por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo fontes, o mandado foi expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, a pedido do Ministério Público do Espírito Santo.

O parlamentar está sob investigação no inquérito sobre atos antidemocráticos e estava cumprindo medidas cautelares impostas pelo magistrado, como o uso de tornozeleira eletrônica e restrições à sua locomoção. Segundo relatos de pessoas próximas ao militar, ele foi detido sob a acusação de não cumprir as medidas cautelares. No entanto, os detalhes da prisão ainda não foram divulgados à defesa.

O deputado foi ouvido na Superintendência da Polícia Federal no Espírito Santo. Após ser detido, o deputado Capitão Assumção (PL-ES) prestou depoimento na sede da Polícia Federal em Vila Velha. Em seguida, foi submetido a exames no Departamento Médico Legal em Vitória. Posteriormente, foi encaminhado para o Quartel da Polícia Militar na mesma cidade, onde está detido em uma cela do presídio militar.

O senador Magno Malta, presidente do PL no ES, divulgou em suas redes sociais que Assumção foi preso enquanto assistia a um culto em uma igreja evangélica. Em fevereiro de 2023, o deputado retirou brevemente a tornozeleira eletrônica durante uma sessão da Assembleia Legislativa, zombando da situação.

O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, deputado Marcelo Santos (Podemos), afirmou não ter recebido comunicação oficial sobre a prisão de Assumção e se comprometeu a fazer um pronunciamento assim que for informado sobre o teor da decisão.

A determinação de Moraes proibia o parlamentar de deixar o Espírito Santo, conceder entrevistas e usar redes sociais, medidas que ele teria violado. Após a prisão, o senador Magno Malta defendeu Assumção, expressando sua indignação com "a situação no nosso país" através de suas redes sociais, questionando o motivo do mandado de prisão e destacando sua preocupação com a repressão à liberdade de expressão.

STF manda prender Capitão Assumção, Deputado Estadual (PL-ES) e pré-candidato a prefeito de Vitória
.