imagem da noticia
camera

Reprodução

seta amarela

Política

Senado aprova fim da “saidinha” para detentos e Lula tem intenção de vetar

Com 62 votos a favor e apenas 2 contra, presidente informa a Lewandowski sua intenção de Veto.

Redação Pedra Azul News

21/02/2024 - 00:00:00 | Atualizada em 21/02/2024 - 22:15:18

camera

Reprodução

O Senado Federal aprovou o PL 2.253 de 2022, que restringe as saídas temporárias de presos no país, com 62 votos a favor, 2 contrários e uma abstenção, durante a sessão desta terça-feira (20). Em reação ao projeto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comunicou ao ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, sua intenção de vetar o texto caso seja aprovado no Congresso Nacional.

Dos 81 senadores da Casa, 73 estiveram presentes na sessão, com 66 votos registrados. A abstenção foi de Jaques Wagner; os votos contrários foram dos senadores Cid Gomes e Rogério Carvalho. Inicialmente, o documento propunha o fim completo das saídas temporárias, o que levou ao seu encalhe no Senado por quase um ano. Diante da falta de apoio, o senador Flávio Bolsonaro modificou o projeto para permitir as saídas de presos do regime semiaberto para fins de estudo e trabalho.

Lewandowski, que expressou sua oposição à proibição das saídas temporárias, discutiu o assunto com Lula e com o Ministério das Relações Institucionais.

O ministro deverá recomendar a Lula o veto ao chamado "PL das Saidinhas", pois o  Palácio do Planalto está preocupado com a possibilidade de rebeliões devido à revogação das saídas temporárias.

Apesar da intenção de veto de Lula, a proposta contra as saídas temporárias dos presos deve avançar. Parlamentares da oposição asseguram que, se Lula vetar o projeto de lei, a Câmara derrubará esse veto.

Senado aprova fim da “saidinha” para detentos e Lula tem intenção de vetar
.