imagem da noticia
camera

Metropoles

seta amarela

Mundo

Lula compara Israel a nazismo e gera crise diplomática sem precedentes. Deputados pedem impeachment

Primeiro ministro de Israel diz que Lula “deveria ter vergonha de si”.

Redação Pedra Azul News

19/02/2024 - 00:00:00 | Atualizada em 19/02/2024 - 08:53:50

camera

Metropoles

Na manhã deste domingo (18/2), durante coletiva de imprensa na Etiópia, Lula comparou Israel com a Alemanha nazista, mencionando expressamente o nome de Adolf Hitler, numa grave distorção e banalização do Holocausto.

Lula: “O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu quando Hitler resolveu matar os judeus”.

Primeiro-ministro de Israel afirmou que presidente brasileiro “demonizou o Estado judeu como o anti-semita mais virulento”.

“Lula desonrou a memória de 6 milhões de judeus assassinados pelos nazistas”, diz Netanyahu.

“Ele deveria ter vergonha de si”, finalizou.

Presidente de Israel pede para líderes mundiais condenarem a fala de Lula sobre Holocausto.

O ministro das Relações Exteriores de Israel declarou o presidente do Brasil, Lula, “persona non grata” devido os comentários que comparam a guerra de Gaza ao Holocausto. Diplomaticamente, esta atitude é considerada o último estágio antes de cortar relações entre as nações. Lula não é mais bem vindo em Israel, assim como seu governo.

Até a noite deste domingo, mais de 60 assinaturas de deputados federais foram colhidas para a abertura do processo de Impeachment de Lula. Deputados federais de oposição ao Governo do Presidente Lula irão protocolar um pedido contra o presidente por conta de declarações recentes onde o chefe do Executivo comparou os ataques de Israel contra civis na Faixa de Gaza ao holocausto, durante a Segunda Guerra Mundial.

O pedido de impeachment de Lula - configura crime de responsabilidade, conforme estabelecido pela Lei 1079/50. Lei do Impeachment: Artigo 5º 3 - Cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra ou comprometendo-lhe a neutralidade.

Grande parte dos signatários ao pedido de afastamento de Lula são do PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro. A lista também conta com políticos do Republicanos, Progressistas e União Brasil.

O Hamas emitiu uma mensagem de agradecimento a Lula em um canal ligado ao grupo do aplicativo Telegram.

Lula compara Israel a nazismo e gera crise diplomática sem precedentes. Deputados pedem impeachment
.