imagem da noticia
camera

Reprodução

seta amarela

Política

133 deputados assinam pedido de Impeachment, mas presidente da Câmara sinaliza que deverá engavetar

É o maior número já visto na história da Câmara dos Deputados, a favor do Impeachment de Lula.

Redação Pedra Azul News

21/02/2024 - 00:00:00 | Atualizada em 04/03/2024 - 15:53:04

camera

Reprodução

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, parece inclinado a arquivar o pedido de impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), apesar da forte pressão da oposição. Fontes próximas aos aliados de Lira sugerem que as chances de dar seguimento ao pedido são mínimas, embora até o momento ele não tenha se pronunciado oficialmente sobre o assunto.

Até a tarde desta quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024, 133 parlamentares já haviam formalizado suas assinaturas no pedido, enquanto a deputada Carla Zambelli, responsável pela iniciativa, planeja protocolar o documento ainda hoje, na mesa diretora da Casa.

O pedido de Impeachment de Lula bate o recorde do maior número de assinaturas já visto na história da Câmara dos Deputados, que antes era de 124 signatários.

Embora não haja um número mínimo de assinaturas exigido para um pedido de impeachment, a equipe de assessoria da deputada indicou que continuarão buscando mais apoios até o fim do dia.

O pedido de afastamento de Lula surge em meio a polêmicas declarações feitas pelo presidente durante uma visita à Etiópia, onde foi rotulado como "persona non grata" pelas autoridades israelenses. As afirmações de Lula comparando a defensiva de Israel contra o Hamas com o Holocausto sofrido pelos judeus geraram um clima de hostilidade entre os dois países.

133 deputados assinam pedido de Impeachment, mas presidente da Câmara sinaliza que deverá engavetar
.