imagem da noticia
camera

(Pedro Ventura/Agência Brasilia(Pedro Ventura/Agência Brasilia

seta amarela

Economia

Preço do gás de cozinha atinge recorde histórico em 71 cidades brasileiras, aponta Osp

O valor do botijão de gás variou de R$ 114 a R$ 152.

Redação Pedra Azul News

23/11/2023 - 00:00:00 | Atualizada em 23/11/2023 - 23:21:35

camera

(Pedro Ventura/Agência Brasilia(Pedro Ventura/Agência Brasilia

Em novembro, o preço do gás de cozinha atingiu valores acima da média nacional em 71 municípios brasileiros, ultrapassando a marca histórica de R$ 113,66 por botijão de 13 quilos.

Tefé, no Amazonas, registrou o valor mais alto do país, chegando a R$ 152, um aumento de quase 34%. A análise do Observatório Social do Petróleo (OSP) destaca que seis das dez cidades mais caras estão na Região Norte, abastecida parcialmente pela Refinaria da Amazônia (Ream). A privatização da Ream, ocorrida há um ano, contribuiu para os preços elevados, sendo a recordista nacional.

Em 71 cidades, os preços superaram a marca histórica, sendo três no Rio de Janeiro e três em São Paulo. No Rio, Macaé lidera com R$ 123 por botijão, seguida por Itaguaí (R$ 121) e Angra dos Reis (R$ 114,84). Em São Paulo, Marília (R$ 114,44), Itapeva (R$ 114,16) e Guarujá (R$ 114,09) apresentam os maiores custos.

A lista das dez cidades mais caras inclui ainda municípios no Amazonas, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Bahia.

Preço do gás de cozinha atinge recorde histórico em 71 cidades brasileiras, aponta Osp
.