imagem da noticia
camera

Fernando Frazão/Agência Brasil

PUBLICIDADE

seta amarela

Economia

BNDES devolverá R$ 45 bilhões ao Tesouro Nacional

Dívida bruta cairá para 76,2% do PIB.

Redação Pedra Azul News

28/10/2022 - 00:00:00 | Atualizada em 28/10/2022 - 14:25:45

camera

Fernando Frazão/Agência Brasil

Paulo Valle, secretário do Tesouro Nacional, afirmou na quinta-feira (27) que a devolução de R$ 45 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Tesouro e o aumento da arrecadação farão o endividamento do governo fechar o ano em queda. Segundo o secretário, a Dívida Pública Bruta do Governo Geral (DBGG) deverá encerrar 2022 em 76,2% do Produto Interno Bruto (PIB), contra 80,3% em 2021.

Os gastos extras com o enfrentamento à pandemia da covid-19, principalmente o auxílio emergencial e o pacote de socorro a estados e municípios, a dívida bruta saiu de 75,4% em 2019 para 88,6% em 2020.

No entanto, o secretário disse que o indicador praticamente chegou ao nível pré-pandemia. “Vemos uma redução de 4,1 pontos percentuais de 2021 para 2022. Comparando com o nível da dívida de 2019, é um aumento de 1,8 ponto percentual”, declarou Valle.

O BNDES anunciou também a devolução de R$ 69,078 bilhões de títulos públicos e de instrumentos financeiros do Tesouro Nacional. Desse total, R$ 45 bilhões serão ressarcidos ao Tesouro até 30 de novembro. O restante será devolvido até a mesma data, em 2023, segundo informações da Agência Brasil.