imagem da noticia
camera

Washington Costa/MF

seta amarela

Brasil

Após Petrobras reduzir R$ 0,30 por litro no preço do diesel, Haddad confirma volta de imposto

Com a alteração, o valor do combustível nas distribuidoras passa a ser de R$ 3,48 .

Redação Pedra Azul News

27/12/2023 - 00:00:00 | Atualizada em 27/12/2023 - 10:20:40

camera

Washington Costa/MF

A partir desta quarta-feira (27), o preço médio de venda do diesel nas refinarias registra uma queda de R$ 0,30 (-7,9%), resultando em um valor de R$ 3,48 por litro nas distribuidoras. Com essa alteração, a Petrobras assegura uma redução de R$ 0,26 por litro no preço ao consumidor final, que passa a ser, em média, de R$ 3,06 por litro nos postos de combustível.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, confirmou em pronunciamento nesta terça-feira (26) que, a partir do próximo ano, haverá a reoneração dos impostos federais sobre o óleo diesel. Apesar da expectativa de um aumento de pouco mais de 30 centavos devido a essa medida, o ministro ressalta que o corte promovido pela Petrobras compensará esse acréscimo a partir de 1º de janeiro.

Haddad destacou: "O impacto da redução do preço anunciado pela Petrobras será de mais de 50%. Se você comparar o preço do diesel, vai ter uma queda no preço, mesmo com a reoneração. A Petrobras anunciou hoje um segundo corte que mais do que compensa a reoneração do mês de janeiro. É para ficar atento. Quando vier algum argumento de aumento de preço, não tem nada a ver."

Essa reoneração, marcada para 1º de janeiro, representará a última fase do processo, resultando em um acréscimo de R$ 0,22 por litro no diesel. Com isso, a incidência integral do PIS/Cofins será de R$ 0,35 por litro. Os impostos federais sobre a gasolina já foram totalmente restabelecidos em junho.

A Petrobras, ao anunciar a redução de R$ 0,30 por litro no preço do diesel tipo A para as distribuidoras nesta terça-feira, reitera o compromisso de manter a competitividade do produto. Vale destacar que os impostos PIS e Cofins do diesel e da gasolina, zerados desde 2022, serão gradativamente reintegrados, seguindo um calendário que terá sua última etapa concluída até o final deste ano, conforme programação estabelecida pelo governo Lula desde sua posse em janeiro.

Após Petrobras reduzir R$ 0,30 por litro no preço do diesel, Haddad confirma volta de imposto
.