imagem da noticia
camera

Créditos: Freepik

seta amarela

Pedra Azul

Uso de máscara é flexibilizado em todo país. No ES fala em “ter o momento adequado” e recebe crítica

A obrigatoriedade do uso de máscaras, como medida de contenção ao contágio do novo coronavírus

Redação Pedra Azul News

02/05/2022 - 00:00:00 | Atualizada em 08/08/2022 - 17:59:16

camera

Créditos: Freepik

A obrigatoriedade do uso de máscaras, como medida de contenção ao contágio do novo coronavírus, parece estar com os dias contados. O anúncio mais recente foi do Governo de São Paulo que liberou a população do uso do adereço facial em locais abertos.

Outros estados já adotaram medida similar, como o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Maranhão e Rio de Janeiro. Na esteira dos estados, os municípios também estão liberando suas populações da obrigatoriedade da máscara. No estado do Rio de Janeiro, o município de Duque de Caxias, além da própria capital, é um exemplo dessa tendência.

Algumas divergências permanecem, no entanto, acerca da liberação do uso de máscaras nas escolas.

No Espírito Santo, a Secretaria de Saúde manifestou vagueza em relação ao tema. Segundo as palavras do Secretário Estadual de Saúde, Nésio Fernandes, as máscaras “devem persistir por um pouco mais de tempo até a gente conseguir ter o momento adequado”, sem esclarecer exatamente o que ele entende ser esse “momento adequado”.

O Supremo Tribunal Federal, no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade 6.341, reconheceu que estados e municípios têm autonomia para adotar medidas relativas ao combate ao coronavírus.

O Governador Renato Casagrande ainda não se manifestou publicamente sobre qual posição será adotada pelo Espírito Santo ante a atual flexibilização do uso de máscaras em todo país.

Qual a sua opinião? Com a redução dos casos do ES, ainda precisamos usar máscaras? Deixe nos comentários.