imagem da noticia
camera

6ª Cia da PMES

seta amarela

Região Serrana

Motos e carros barulhentos na mira da polícia em Domingos Martins e Marechal Floriano

Polícia pede para que população não tenha medo de denunciar

Redação Pedra Azul News

22/11/2022 - 00:00:00 | Atualizada em 08/12/2022 - 12:05:08

camera

6ª Cia da PMES

A 6ª Companhia Independente da Polícia Militar em Domingos Martins realizou operação com foco voltado para a fiscalização de carros e motos irregulares e também barulhentos. A operação em Marechal Floriano e Domingos Martins começou nesta sexta-feira (18) e não há uma data para acabar.

De acordo com o Sargento Willian Marques, será uma operação continuada e intensificada. Até a noite deste sábado (19) quatro motocicletas e um veículo de passeio foram apreendidos.  A operação se deu depois que os militares receberam diversas denúncias através do Disque Denúncia 181 e através do 190, informando sobre motocicletas barulhentas circulando pela região, principalmente a noite, tirando o sossego da população.

“Estamos sempre atentos no setor de patrulhamento a veículos que estejam em desacordo com as legislações vigentes e, por isso, nestes dois dias, reforçamos a fiscalização principalmente a motocicletas e automóveis modificados que estejam fazendo uso do conhecido ‘kadron’, ou seja, com descarga aberta”, explica o militar.

Diariamente as viaturas percorrem entre 150 e 200 quilômetros fiscalizando e abordando veículos suspeitos ou que não estejam respeitando o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). No caso dos veículos barulhentos, o CTB prevê que conduzir veículo com sua cor original ou outra característica alterada (como o escapamento), é infração grave e as penas são multa de R$ 195,23; cinco pontos na carteira e retenção do veículo até que a situação seja regularizada.

“Nossas equipes preservam o respeito à legislação e respeito às comunidades, seja de centros urbanos quanto nas áreas rurais de Marechal Floriano e Domingos Martins. Pedimos que as pessoas não tenham medo de denunciar e que não precisa se identificar. Muitas das nossas apreensões, nós conseguimos realizar com ajuda da população e essa parceria é extremamente importante”, destaca o Sargento Willian Marques.