imagem da noticia
camera

Gesiel Rezende

seta amarela

Região Serrana

Montanhas Capixabas Convention: 25 rotas em pleno desenvolvimento na região Serrana do ES

Projeto quer também entender as necessidades dos empreendedores.

Redação Pedra Azul News

06/03/2023 - 00:00:00 | Atualizada em 06/03/2023 - 17:17:26

camera

Gesiel Rezende

Um projeto idealizado pelo Montanhas Capixabas Convention vai mapear, identificar e diagnosticar pelo menos 25 rotas da região das Montanhas do Espírito Santo. É o Mapeamento das Rotas Turísticas das Montanhas Capixabas, que vem com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), por meio do Campus Venda Nova do Imigrante.

O Pedra Azul News conversou com Andréia Rosa, executiva de projetos do Montanhas Capixabas Convetion. Segundo a executiva da entidade, o projeto visa o mapeamento das rotas turísticas inseridas na região das Montanhas Capixabas, que está dividida em 10 municípios. São eles: Afonso Cláudio, Alfredo Chaves, Brejetuba, Castelo, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Laranja da Terra, Marechal Floriano, Vargem Alta e Venda Nova do Imigrante.

O projeto, que vai além do mapeamento geográfico, tem também o objetivo de identificar a situação das rotas e as necessidades existentes como, por exemplo, infraestrutura e sinalização turística. São 25 rotas no radar do projeto. No entanto, segundo Andréia Rosa, pode ser que esse número aumente em razão do desmembramento de algumas rotas.

Outro ponto importante do projeto é a revisão e produção das logomarcas dessas rotas turísticas. Além de diagnosticar, a meta é também a entrega da identidade visual para aquelas rotas que não possuem uma logomarca. Para aquelas que já possuem, caso seja necessário, será possível fazer ajustes na identidade visual.

O projeto vem com a proposta de realizar um diagnóstico estrutural das rotas e da quantidade e tipos de empreendimentos que nelas se encontram, além de identificar suas necessidades. Assim, será possível estabelecer ações direcionadas para atuação nas rotas turísticas, bem como acionar parceiros como Sebrae, Ifes, Senac e Secretaria de Turismo do Estado para assessoria aos empreendimentos do local. Atualmente, 380 empreendimentos estão na região.

“Todo esse material, de diagnóstico das rotas, servirá de subsídio para os trabalhos internos. Identificando as necessidades de infraestrutura, por exemplo, é possível estabelecer um trabalho focado e com ações mais precisas. Outra meta do projeto é entender as necessidades dos empreendimentos que se encontram nessas rotas, a fim de focar no público-alvo. Isto é, dar um direcionamento para promoção do destino montanhas capixabas a nível nacional”, declara Andréia Rosa.

A previsão é de que a primeira etapa de diagnóstico seja finalizada até junho. E a partir dessa data, o projeto entra na fase de entrega da elaboração das identidades visuais das rotas.

Andréia Rosa explica que o trabalho realizado pelo projeto está dentro do planejamento estratégico do Montanhas Capixabas Convention, um trabalho focado muito importante para a região das Montanhas Capixabas.

“A gente entende que para a região das Montanhas Capixabas será muito importante. O fato de estar “lincado” com o nosso planejamento estratégico também é muito importante, porque mostra que nós estamos trabalhando focados. O Planejamento estratégico realizado pelo Montanhas Capixabas abrange dois eixos e dentro deles nós temos seis ações macros. Essas ações macros são divididas em outras ações. O mapeamento das rotas turísticas está “lincado” com ao aprimoramento da oferta turística da região das montanhas”, conclui a executiva.

O Montanhas Capixabas Convention é a Instância de Governança da região, reconhecida pelo Ministério do Turismo e pelo Governo do Estado como interlocutora das políticas públicas do turismo regional. Sua sede fica em Pedra Azul, na entrada da Rota do lagarto, Casa do Turista.