imagem da noticia
camera

Divulgação

seta amarela

Polícia

Você viu o Fábio? Família pede ajuda para encontrar homem desaparecido desde setembro de 2022

Família relata pouca ajuda da polícia.

Redação Pedra Azul News

28/02/2023 - 00:00:00 | Atualizada em 28/02/2023 - 12:36:30

camera

Divulgação

Fábio Pereira Guisso, de 40 anos, está desaparecido desde o dia 25 de setembro de 2022. Morador de Paul, em Vila Velha, Fábio teria sido visto pela última vez na Praia da Costa, no dia 27 de setembro. Segundo as testemunhas, ele andava pela areia seguindo em direção a Coqueiral de Itaparica. Fábio vestia uma roupa comprida de cor marrom.

O Pedra Azul News conversou com a irmã de Fábio, Renata Guisso, que nos informou que ela esteve na casa do irmão no dia 25 de setembro (domingo), mas encontrou apenas o cachorro. Ela teria chamado por Fábio, mas não obteve resposta. Inicialmente, Renata não achou estranho, pois o irmão teria o hábito de ficar recluso em casa para fazer orações.

Renata então deixou seis sachês que havia levado para o cachorro no portão de entrada da casa e foi embora. Na segunda-feira (26/09), a mãe do rapaz também esteve no local e não encontrou o filho. Na sexta-feira (30), Renata retornou e verificou que os sachês colocados no portão estavam intactos, ou seja, Fábio não havia passado pelo local. Desde então, começou a procura por Fábio.

A irmã relata que Fábio sofre de depressão desde a morte do pai, mas ele não aceitava o tratamento. Além disso, dizia que havia recebido de Deus a missão de pregar.

A angústia da família, que já completou 5 meses, fica ainda maior porque, segundo Renata, a polícia pouco tem feito para encontrá-lo, alegando que precisa de pistas e que a família deve procurar. Renata informou que a busca fica mais difícil porque Fábio cancelou todas as contas de banco e linha telefônica.

“Minha mãe já foi no DHPP para colher material de duas ossadas que eles acharam. Graças a Deus não era meu irmão. A polícia não faz nada. Como a gente vai procurar o meu irmão num estado do tamanho do Espírito Santo?”, desabafa.

Segundo Renata, Fábio não tinha envolvimento com drogas ou qualquer atividade criminosa.

Compartilhe a foto de Fábio e ajude nessa busca.

Qualquer informação, ligue para (27) 99953-0776 / (27) 999396088 - irmãs Renata e Fabiana