imagem da noticia
camera

Marcelo Camargo/Agência Brasil

seta amarela

Brasil

Caixa Econômica começa a taxar pix de pessoas jurídicas em julho

A cobrança começa no dia 19 de julho.

Redação Pedra Azul News

20/06/2023 - 00:00:00 | Atualizada em 20/06/2023 - 12:22:10

camera

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal vai começar a taxar pix de pessoas jurídicas a partir do dia 19 de julho. A medida foi autorizada pelo Banco Central (BC) e já ocorre em grande parte das agências bancárias.

A Assessoria de Impresa da Caixa comunicou que "a partir de 19 de julho, iniciará a cobrança exclusivamente de clientes pessoa jurídica privada. A prática já é realizada por outras instituições financeiras e autorizada pelo Arranjo Pix desde novembro de 2020, conforme Resolução BCB nº 30/2020."

Em nota à imprensa, a instituição ainda desmentiu boatos de que realizaria cobrança de tarifa pix de clientes pessoa física, de microempreendedores individuais (MEI) e de beneficiários de programas sociais. Portanto, a medida vale apenas para pessoa jurídica privada, não atingindo os demais clientes.

A Caixa salientou que os valores a serem praticados estão entre os menores do mercado e podem ser consultados nos site da Caixa e do BC.

Tarifas de envio e recebimento do Pix para pessoa jurídica privada:

-Pix transferência:
0,89% do valor da operação, com valor mínimo de R$ 1 e máximo de R$ 8,50;

-Pix Compra:
0,89% do valor da operação, com valor mínimo de R$ 1 e máximo de R$ 130;

-Pix Checkout:
1,20% do valor da operação, com valor mínimo de R$ 1 e máximo de R$ 130.

Fonte: Caixa Econômica Federal