imagem da noticia
camera

Reprodução

seta amarela

Eleições

Bolsonaro diz que deve ir ao debate da Band, Lula vincula sua presença com a do presidente

Presidente diz que vai ser "fuzilado" mas confia, por outro lado, na sua própria estratégia.

Redação Pedra Azul News

26/08/2022 - 00:00:00 | Atualizada em 26/08/2022 - 14:07:27

camera

Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deu uma entrevista para a Jovem Pan e disse que "deve ir ao debate" desse domingo (28) a ser transmitido pela Band, a partir das 21h. No entanto, ele disse que "está batendo o martelo", ou seja, apesar de estar tendente a ir, a decisão ainda não foi tomada.

Aliados do presidente Jair Bolsonaro, no entanto, revelaram que ele está tendente a não participar do debate de domingo (28) , conforme apurado pelo Estadão. O mistério em torno da presença do presidente persiste, pois as informações são conflitantes. Fato é que a questão ainda não foi decidida.

A abordagem áspera de William Bonner e Renata Vasconcellos do Jornal Nacional (JN) com o Bolsonaro, em contraste com o trato cortês e respeitoso com os demais candidatos, tem sido apontado como um dos motivos da possível ausência do presidente nesse primeiro debate.
.
Na entrevista à Pan, Bolsonaro afirmou que vai ser "fuzilado" no debate por ser um alvo "compensador" a seus adversários. No entanto, o presidente disse que está preparado com respostas simples e também que acredita que a sua estratégia vai dar certo, sem revelar exatamente o teor de seus planos.

A decisão definitiva, no entanto, cabe ao próprio Bolsonaro e ainda não foi tomada. A definição sobre sua participação no debate ainda influenciará a presença de outro candidato, seu maior concorrente, o ex-presidente Lula (PT).

Pessoas próximas ao candidato petista afirmam que a presença de Lula só se justificaria se Bolsonaro também participasse do debate . Ao ter essa condução, a equipe do PT acaba por fazer com que a decisão pela presença de ambos, Lula e Bolsonaro, recaia sobre exclusivamente sobre o presidente.